construçãoParque Una Pelotas

Torre de São Gonçalo será o empreendimento mais alto de Pelotas

Empreendimento será uma megaconstrução com 84 metros de altura e permitirá vista exclusiva da Lagoa dos Patos, do Arroio Pelotas e do Canal São Gonçalo

A construção do residencial Torre de São Gonçalo irá criar um novo legado que vai muito além da edificação do prédio mais alto de Pelotas. Os 26 apartamentos distribuídos nos 28 andares representam um marco fincado como uma bandeira no Parque Una Pelotas. Se antes o bairro planejado já demonstrava o alto potencial de reunir empreendimentos imobiliários inovadores, agora um importante ícone cresce a cada dia rumo à conclusão de uma obra inédita na cidade.

Seja como o maior ponto de referência geográfica ou como o único imóvel capaz de proporcionar simultaneamente a visão das principais riquezas hídricas da Princesa do Sul, como a cidade é carinhosamente chamada, o Torre de São Gonçalo elevará a um novo patamar a experiência de morar em Pelotas.

Um empreendimento criado para formar um legado 

Com apartamentos de alto padrão, Torre de São Gonçalo foi idealizado para marcar gerações

A arquitetura neoclássica confere a muitos empreendimentos em Pelotas uma trajetória repleta de exemplos marcantes. Seja em termos arquitetônicos ou culturais, os prédios locais já formam uma tradição em contar histórias de seu tempo. Neste sentido, a construção do Torre de São Gonçalo também assume essa perspectiva de entrar para a história da cidade como um novo ícone na construção civil.

Unindo beleza e robustez, o Torre de São Gonçalo começou a ser construído em 2020 e, antes mesmo de sua entrega, em dezembro de 2022, já demonstra sinais de que irá marcar época e tornar-se eterno no Parque Una e em Pelotas. Além de se tornar o prédio mais alto da cidade, o empreendimento também se destaca pelo alto padrão tecnológico empregado em sua construção.  Com certeza, um imóvel projetado para que seus apartamentos sejam eternizados em diversas gerações.

Websérie mostra construção do empreendimento mais alto de Pelotas

Websérie contará em cinco capítulos os desafios da obra a cada seis meses no YouTube

A construção de um megaempreendimento como o Torre de São Gonçalo não poderia passar despercebida. A viabilização de um legado dessa magnitude precisava ser registrada desde as primeiras perfurações da fundação até a entrega do imóvel. Pensando nisso, foi criada a websérie Torre de São Gonçalo: a construção de um legado para narrar a execução do prédio mais alto de Pelotas. 

Ao todo, cinco capítulos irão reunir os aspectos técnicos da obra contando a história dos principais elementos utilizados para erguer o Torre: terra, pedra, água, metal e ar. Os vídeos lançados individualmente a cada seis meses no canal da Idealiza, acompanham detalhadamente o progresso da construção e dão voz às inspirações e desafios do projeto. 

O primeiro episódio, intitulado Terra e Raiz, já disponível no canal da Idealiza no YouTube, apresenta o começo do making of construtivo e a concepção de como o empreendimento imobiliário irá se tornar um marco geográfico em Pelotas. O capítulo aborda os desafios por trás da construção do bloco central da fundação do prédio e como a estrutura é capaz de sustentar um prédio com 84 metros de altura.

Confira o vídeo de lançamento da série Torre de São Gonçalo: a construção de um legado e ingresse na edificação do prédio mais alto de Pelotas:

Enquanto o primeiro episódio mostra o processo de escavação dos blocos de sustentação e da estrutura de fundação do empreendimento, o segundo, sob o título Pedra e Marco, revela o trabalho de concretagem da infraestrutura de fundação, incluindo o bloco central. Assista e compreenda compreender melhor o andamento do trabalho nessa etapa da obra:

Criada pela agência Incomum e produzida pela Anhangá Filmes, a websérie traz uma série de entrevistas com engenheiros e arquitetos da equipe Idealiza e também das empresas envolvidas na viabilização do empreendimento. O último capítulo será lançado junto à entrega do Torre de São Gonçalo, no final de 2022.

Aproveite também e salve o link da playlist da websérie no YouTube.

Tecnologia à altura da grandeza do empreendimento

Um prédio robusto construído com o melhor da tecnologia de construção civil

Como será retratada na websérie Torre de São Gonçalo: a construção de um legado, o empreendimento requer uma estrutura robusta de uma engenharia juntamente com o que o mercado oferece de mais tecnológico na construção civil

A  fundação conta com uma estrutura reforçada que inclui 69 blocos na base, sendo que o bloco central possui 380m³ de concreto e mede 17x7m. Características como estas tornam o Torre de São Gonçalo não só um marco geográfico para a cidade, como também um ícone na construção civil em Pelotas.

Conforme o diretor da Procalk Estruturais, Edemir Simonato, a peculiaridade da megaconstrução não está na quantidade de concreto empregado na fundação, mas na grandeza dos blocos que formam estruturas de volume elevado para erguer com segurança um prédio tão alto. Confira mais detalhes técnicos do empreendimento:

Torre São Gonçalo: a megaconstrução em números

Primeira fase da obra (fundação)

1.320m³ de concreto usados somente na fundação

368m³ de concreto empregados apenas para o preenchimento do bloco principal da fundação (com 17mx7m)

 165 caminhões betoneira envolvidos na conclusão da concretagem

14 mil kg de aço utilizados

3.375m de profundidade perfurados com 150 unidades de estacas de fundação tipo hélice

Como será morar no Torre de São Gonçalo

84m de altura

28 pavimentos

26 apartamentos (um por andar)

264m² é a área total dos apartamentos

180m² correspondem à área privativa dos apartamentos

4 alternativas de exposições solares com ventilação cruzada

Uma visão inexplorada que se estende até a Lagoa dos Patos

A altura do prédio mais alto de Pelotas traz possibilidades de vistas inéditas da cidade

Uma das peculiaridades do Torre São Gonçalo ser o prédio mais alto de Pelotas é a possibilidade de ter uma vista até o momento inexplorada, do Canal São Gonçalo, do Arroio Pelotas e da Lagoa dos Patos, a partir do mesmo lugar. Isso coloca este empreendimento residencial em uma posição de destaque ainda maior no Parque Una

Resumidamente, quem já mora no Una Pelotas conhece bem a experiência de morar dentro de um parque. A visão dentro e fora de casa é sempre estonteante. Seja através da própria janela ou ao sentir a energia de poder sair de casa e caminhar livremente sem disputar espaço com o trânsito, viver no Parque Una é uma experiência única.  Esta é a marca dos empreendimentos construídos pela Idealiza, que compõem formas únicas de viver, trabalhar e aproveitar os momentos de lazer. 

A localização privilegiada, que conta com toda a infraestrutura do bairro planejado, a apenas 4km do Centro, nunca teve um impacto tão forte para incentivar a escolha de um apartamento.

Se você se interessou por este empreendimento, saiba que, até a publicação deste texto, restam poucas unidades do Torre de São Gonçalo disponíveis para venda. Quer ter mais informações sobre o imóvel e entender como é possível residir em um apartamento melhor? Preencha esse formulário e entraremos em contato!

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *